A Grünenthal utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência de navegação, oferecer conteúdo personalizado e melhorar os seus serviços. Utilizamos scripts analíticos que colocam um cookie de rastreamento mas apenas ativamos esses serviços com o seu consentimento. Se clicar em “Aceitar”, está a consentir com a utilização desses scripts analíticos.

Pode retirar o seu consentimento em qualquer altura Para o fazer, modifique as suas configurações neste Website seguindo este link para a nossa Declaração de Privacidade com as opções de configuração: Ir a definições

Aceitar

;

09/10/2017

A Grünenthal anuncia o lançamento do site www.dor.com.pt, destinado a doentes e profissionais de saúde, e de um novo código de avaliação da dor com recurso a imagens. As duas novas ferramentas serão apresentadas no dia 23 de setembro, pelas 17h, no Convento do Beato, em Lisboa.

De acordo com Ana Pedro, presidente da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor, “o novo código visual da dor é uma ferramenta de cariz artístico, facilitadora da comunicação entre médico e doente. O código visual permitirá auxiliar a interpretação da dor pelo doente, contribuindo para a melhoria dos cuidados de saúde prestados aos doentes com dor crónica em Portugal”.

O novo código visual pretende representar alguns descritores de dor através de 12 imagens: ferro em brasa, formigueiro, frio gelado, beliscão no nervo, rastejar sobre a pele, facada, choque elétrico, alfinetes, espasmo agudo, dor perfurante, arame farpado e queimadura.

“Nem sempre é fácil o doente exprimir a sua dor (a dor não se vê!), o que pode ser uma barreira para o médico na compreensão da doença e no diagnóstico final. Esta nova ferramenta visual é, sem dúvida, uma mais-valia para os doentes e também para nós médicos, que tentamos diariamente compreender e avaliar corretamente a sua dor”, salienta a médica.

O código visual da dor conta com o apoio da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor, da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, da Sociedade Portuguesa de Oncologia, da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e Reabilitação, da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia e da Sociedade Portuguesa de Reumatologia.

O site www.dor.com.pt é composto por duas áreas distintas, uma reservada a profissionais de saúde e outra com informação destinada à população em geral. Esta pretende ser uma plataforma de apoio aos doentes, cuidadores e restante população, na medida em que vai disponibilizar informação útil sobre a doença, desde o diagnóstico ao tratamento, e onde estará disponível, para consulta, o novo código visual da dor.

Sobre a Grünenthal

O Grupo Grünenthal é uma empresa farmacêutica internacional de investigação, familiar e independente, com sede em Aachen.

Somos especialistas empreendedores oferecendo verdadeiros benefícios aos doentes.

Ao investir de forma sustentável e acima da média da indústria farmacêutica na investigação e no desenvolvimento, assumimos um compromisso com a inovação de forma a responder às necessidades médicas ainda não satisfeitas e criando produtos com valor acrescentado para o mercado. Somos uma empresa totalmente focada na investigação e no desenvolvimento, com uma vasta experiência no fabrico de medicamentos inovadores para o tratamento da dor e tecnologias de última geração para os doentes.

O Grupo Grünenthal está representado em 32 países com filiais na Europa, Austrália, América Latina e Estado Unidos da América. Os nossos produtos são vendidos em 155 países. No Grupo Grünenthal trabalham, em todo o mundo, aproximadamente 5.300 colaboradores.
Em 2014, a Grünenthal atingiu um volume de negócios de 1.154 mil milhões de euros.

Mais informações em www.grunenthal.com & www.grunenthal.pt

 
Vai sair do site da Grünenthal S.A. Portugal.
Está neste momento a abandonar o site da Grünenthal S.A. Portugal e a aceder a um site externo. No caso de ser um site estrangeiro, este foi elaborado de acordo com a legislação local, a qual poderá apenas ser apropriada para os residentes desse país. ... Voltar ... Continuar