In a nutshell about the EFIC-GRÜNENTHAL Grant

Encouraging Innovative Pain Research

This could be you!

 

Anja Lehmann

Insignio

E-G-G Administration

PR Consultant

Telefone: +49 241 570 75180

admin@e-g-g.info

Bolsa EFIC-GRÜNENTHAL

Encorajar projetos de investigação inovadores sobre a dor

Desde 2004, a Grünenthal GmbH, em cooperação com a European Pain Federation EFIC®, apoia jovens cientistas numa fase inicial dos seus projetos experimentais sobre investigação da dor com base clínica ou em voluntários humanos. A bolsa EFIC-GRÜNENTHAL é de 200.000 EUR, atribuída de dois em dois anos; as bolsas de investigação têm um valor máximo de 40.000 EUR por projeto.

As bolsas de investigação destinam-se a investigação experimental sobre a dor clínica e em seres humanos. Não serão consideradas propostas de investigação em animais, simulações de computador, linhas celulares, etc. A decisão de atribuição de bolsas é tomada independentemente pela Comissão de Investigação Científica da European Pain Federation EFIC®.

A Grünenthal, na qualidade de especialista na dor, preza a troca frutífera de informação e experiência com jovens cientistas promissores. Isso ajuda-nos a identificar hiatos e problemas de tratamento bem como potenciais soluções para novos medicamentos.

O compromisso da Grünenthal com a investigação sobre a dor a longo prazo - proporcionar verdadeiros benefícios aos doentes

O objetivo da E-G-G é promover a investigação sobre a dor numa base de longo prazo. Com a bolsa, a Grünenthal demonstra o seu compromisso e a sua capacidade de ir além do horizonte de interesses comerciais de curto prazo.

Dr Christopher Brown, Departamento de Ciência Psicológica na Universidade de Liverpool Dr Christopher Brown,Departamento de Ciência Psicológica na Universidade de Liverpool Photo: Grünenthal/M. Kovic

O Dr. Christopher Brown aprecia a flexibilidade da bolsa E-G-G:

«O tema abrangente da minha investigação atual é identificar mecanismos de neuroplasticidade nocicetiva patológica na dor crónica e desenvolver tecnologias clinicamente práticas para a sua deteção. O financiamento da E-G-G foi essencial para nos ajudar a iniciar esta investigação em doentes que sofrem de Síndrome da Dor Regional Complexa. Foi particularmente útil o facto de existir flexibilidade no modo como utilizámos os fundos do prémio, pois isso ajudou a manter o projeto a avançar à medida que as circunstâncias se alteravam. Em particular, desde o início do projeto na Universidade de Cambridge, mudei de instituição para a Universidade de Liverpool, e o financiamento permitiu-me manter laços estreitos com Cambridge ao financiar deslocações regulares para ajudar a gerir o projeto. Ter sido premiado com a E-G-G sem dúvida que contribuiu para a minha capacidade de assegurar um cargo efetivo em Liverpool. Utilizei as oportunidades proporcionadas por esta mudança para conseguir mais financiamento da fundação do Reino Unido, Arthritis Research UK, para um projeto estreitamente relacionado utilizando metodologia semelhante numa gama mais alargada de doentes (artrite e fibromialgia). Por conseguinte, o financiamento E-G-G ajudou a catalisar os primórdios de um programa de investigação que creio irá conduzir a grandes avanços nesta área.»

Dr.ª Jamila Andoh,Departamento de Neurociência Cognitiva e Clínica Instituto Central de Saúde Mental Faculdade de Medicina de Mannheim, Universidade de Heidelberg Dr.ª Jamila Andoh Photo: Grünenthal/Marko Kovic

Dr.ª Jamila Andoh, vencedora de uma E-G-G em 2014, afirma:

«A atribuição da Bolsa EFIC-Grünenthal foi um passo importante na minha carreira científica. Deu-me a oportunidade de seguir as minhas ideias e efetuar a minha própria investigação. Também me ofereceu outras oportunidades de obter outras bolsas e de me tornar uma líder de grupo.»

Além disso, resume a relevância da E-G-G: «Fazer parte desta Além disso, resume a relevância da E-G-G:

«Fazer parte desta comunidade proporciona desafios e oportunidades únicas para a minha carreira científica.»

Prof. Andrea Truini, Departamento de Neurologia e Psiquiatria, Universidade Sapienza, Roma Prof. Andrea Truini Photo: Grünenthal/Marko Kovic

 

O Prof. Andrea Truini apresentou os resultados da sua investigação no projeto premiado em 2014, em Copenhaga, durante o Simpósio «New Findings in Clinical Pain Research» (Novas descobertas na investigação clínica da dor), tendo sublinhado:

«A bolsa EFIC-Grünenthal deu-me a oportunidade de desenvolver um projeto de investigação sobre o papel das fibras não nocicetivas A-beta na dor espontânea. As nossas experiências mostraram que a estimulação seletiva das fibras A-beta, utilizando estimulação elétrica de alta frequência e baixa intensidade, produz dor paroxística em seres humanos saudáveis.»

Mais Informações:

http://www.e-g-g.info

https://www.linkedin.com